Red Internacional de Solidariedad y de Luchas


Viernes, 17 de noviembre de 2017

 
 

 

1º Encontro das Américas da RSISL fortalece unidade internacional dos trabalhadores

Portada del sitio > Sindicalismo > 1º Encontro das Américas da RSISL fortalece (...)

Nos dias 16 e 17 de outubro, a Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas (RSISL) e a CSP-Conlutas realizaram, em São Paulo (SP), o 1º Encontro das Américas da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas. O evento reuniu cerca de 150 pessoas de 20 países, sobretudo da América Latina, mais delegações da África, Europa e de países árabes. Foram ao todo 61 entidades internacionais, além de organizações do Brasil.

JPEG - 122.2 KB

A mesa de abertura apresentou um panorama da conjuntura política nas Américas, com a intervenção dos ativistas que apresentaram informes locais de lutas. As organizações e os governos que agem como conciliadores de classe e que traíram os movimentos combativos de esquerda também foram apontados nos vários relatos. Atrelado a todos estes problemas do capitalismo, a maioria dos ativistas destacou as dificuldades que devem ser superadas diante da burocracia sindical que defende os interesses dos governos e dos patrões.

No segundo dia, uma mesa avaliou o governo de Donald Trump, presidente dos EUA, e as consequências de sua política para os latino-americanos. Na sequência, os ativistas se reuniram em setoriais temáticos. As discussões se deram sobre Mulheres, Combate ao Racismo e Imigração, LGBTT e Criminalização dos Movimentos Sociais. Os diversos grupos construíram moções e sugestões de campanhas internacionais, que em breve serão publicadas no site da RSISL. Tiveram destaque os setoriais contra opressão e repressão, que encaminharam importantes campanhas para a Rede.

JPEG - 129.5 KB

Ao fim do encontro, um manifesto – que pode ser conferido AQUI - foi lido e aplaudido pelos lutadores de 20 delegações internacionais. "Este Encontro fortalece a Rede nas Américas, para que possamos nos unir a mais organizações que hoje enfrentam as burocracias sindicais e os mesmos ataques do neoliberalismo e imperialismo. Estaremos novamente, todos juntos, no 3º Encontro Mundial da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas, que será realizado em janeiro de 2018, em Madrid, na Espanha", avaliou o membro do setorial Internacional da CSP-Conlutas, Herbert Claros.

JPEG - 133.4 KB

Outras atividades - As delegações também visitaram o bairro de Jaraguá, na zona sul da capital paulista. Lá, eles conheceram a aldeia indígena guarani e a Ocupação Esperança. A juventude brasileira e chilena presente no encontro realizou também uma manifestação em frente ao consulado chileno, na manhã desta quarta-feira (18). O ato se deu contra a Reforma Educacional da presidente Michelle Bachelet. Os movimentos estudantis têm tomado as ruas no Chile em manifestações contrárias às medidas do governo.

Fotos: Rodrigo Barrenechea e Rodrigo da Silva | ANotA – Agência de Notícias Alternativas e Sâmia G. Teixeira | CSP-Conlutas